Vereador Fagner Fernandes

Projeto Blitz Escolar visita unidades de ensino do bairro do Salgado

Durante a manhã dessa terça-feira(20), o vereador Fagner Fernandes, juntamente com sua equipe deu início ao projeto Blitz nas escolas. No Blitz nas escolas, o vereador Fagner vai até as escolas municipais pessoalmente, para fiscalizar questões estruturais, assim como a assiduidade dos professores em sala de aula, por meio do diálogo com alunos e profissionais da unidade, e conhecendo o problema de perto, cobrar do governo as providências devidas.

O vereador deu início ao projeto pelo bairro do Salgado. A primeira unidade escolar a receber a visita foi o Colégio Municipal Integral João Lyra Filho, que funcionará na estrutura do antigo Shopping Leste. O local, que passou por adequação, se encontra fazendo os últimos ajustes, para que as aulas sejam iniciadas no próximo dia 5 de março. O lugar que acolherá 600 alunos, do 6º ao 9º ano, foi um pedido do vereador Fagner junto a Secretaria de Educação.

Em seguida, o vereador seguiu para o Colégio Municipal Laura Florêncio, onde pode conversar com mães professores e alunos. Na unidade de ensino, que funciona com 1.700 alunos, do 1º ao 9º ano várias falhas de caráter estrutural foram identificadas, dentre eles: salas com tamanho insuficiente para quantidade de alunos, sem ventilação e com ventiladores quebrados, além de laboratórios de informática sem internet.

A última escola a receber a visita da blitz foi a Escola Municipal Evangélica Reverendo Genésio Campos, que funciona em um prédio sem estrutura, que possibilite o aprendizado saudável das crianças. Dentre as deficiências foi identificada a separação de salas com divisórias de madeira, ausência de área de lazer, banheiro em local inadequado, já que para se ter acesso a ele, alunos e professores têm que passar por dentro de uma das salas, assim interrompendo a aula e concentração dos alunos e salas sem ventilação nenhuma.

Segundo Fagner, a situação da escola Genésio Campos não é de hoje. “Há 16 anos, ainda adolescente, eu vendia confeito na frente da escola e já percebia as dificuldades daqueles alunos que passavam a manhã inteira sentados, sem direito ao lazer. A população do Salgado cresceu e a estrutura da unidade não acompanhou. É preciso que se tome uma providência em caráter urgente, no que diz respeito essa escola”, observou Fagner.

Todos os problemas identificados irão compor um relatório que será entregue a Prefeitura de Caruaru.

Comente:

comentário(s)

Luciana Bezerra

Redes Sociais

Acompanhe o trabalho do seu vereador nas Redes Sociais.